KNIT-FORCE

 

 

 

O projeto do Knit-Force para a Indústria Têxtil visa estabelecer uma ação coletiva e estruturada, orientada às capacidades pré-competitivas, que potenciem e valorizem resultados de I&D pelo reforço da transferência e do conhecimento científico e tecnológico para este setor.

Áreas estratégicas:

  • Indústria 4.0 e a Internet das Coisas (IoT)

Integração sistemática da Indústria 4.0 na ITV Nacional, através do desenvolvimento, utilização e otimização dos recursos tecnológicos interoperativos ao serviço da indústria e da produtividade.

A aposta do projeto Knit-Force neste tema visa encontrar informação quantitativa e qualitativa a nível mundial, quer no setor têxtil e vestuário assim como noutros setores complementares, levando à adoção empresarial de novas tecnologias industriais e comerciais capazes de promover a produtividade e a competitividade.

  • Novas Estruturas Têxteis Complexas

Desenvolvimento de novas estruturas têxteis complexas com base na incorporação de novos materiais.

O trabalho passará por identificar iniciativas e resultados de I&D que estejam a ser trabalhadas a nível mundial, tais como novas formulações, novos materiais, novas configurações complexas de estruturas têxteis (3D, auxéticas, memória de forma, etc), novos processos de produção e novas combinações inteligentes de diferentes materiais e processos (por ex. integração de têxteis e têxteis inteligentes em compósitos termoendurecíveis e termoplásticos) e difundir esse conhecimento junto do tecido industrial português com vista a potenciar o espírito de I&D junto das empresas, valorizar os resultados gerados e criar novos modelos de negócio.

  • Multifuncionalização

Potenciar a capacidade produtiva da ITV nacional através da aposta no desenvolvimento de soluções (produtos finais) funcionalizadas de alto valor acrescentado.

As funcionalidades múltiplas, inteligentes (capazes de reagirem ativamente a estímulos) e customizadas que permitem diferentes usos em diferentes cenários, como adaptação a diversas situações sociais, condições climáticas, etc, tem destaque na estratégia de desenvolvimento do produto.

Vias seguidas pela indústria na funcionalização de substratos têxteis:

  • Aplicação de aditivos funcionais através de processos convencionais de acabamento;
  • Incorporação de aditivos funcionais na fibra (sintéticas e artificiais)
  • Desenvolvimento de novos aditivos funcionais (nano-materiais, nano-partículas orgânicas ou inorgânicas, com topologia, morfologia e propriedades químicas específicas e parametrizáveis)
  • Modificação superficial por via química, biológica e física através da utilização de tecnologias emergentes (plasma, ultrassons, ozono, revestimento hotmelt, etc).

A expectativa do KNIT-FORCE é que que a transferência do conhecimento científico nesta área possa apoiar as empresas a desenvolver produtos multifuncionais como fator diferenciador e melhoria do posicionamento estratégico do seu setor.

  • Sustentabilidade e Economia Circular

Desenvolvimento de uma ITV sustentável (Social, Ecológica e Económica) através da criação de novos modelos de negócios baseados no aproveitamento e valorização dos resíduos têxteis.

Este projeto visa possibilitar o acompanhamento do setor nas oportunidades emergentes que estão a surgir por toda a Europa no desenvolvimento de novos materiais e soluções através da valorização dos resíduos e subprodutos não apenas da Indústria Têxtil e do vestuário mas também de outras indústrias como a do calçado, automóvel, cortiça, agricultura, floresta, entre outros, permitindo colocar no mercado novas e inovadoras soluções têxteis e simultaneamente otimizando a utilização de resíduos têxteis, minimização da utilização de produtos químicos e utilização de fibras de base biológica, com vista à promoção da economia circular e sustentabilidade do setor.

Informação Útil e outros documentos:

  • Roadmaps (em desenvolvimento)

Subscreva a nossa Newsletter

Para utilizar o nosso website deve aceitar a nossa Política de Privacidade
| Mais informações